O poder da liderança

Sozinho, você até consegue se tornar um bom profissional. No entanto, somente na companhia de pessoas, muitas pessoas, é que se torna possível crescer pra valer e conquistar novos horizontes.

Por isso, uma das ferramentas fundamentais para essas conquistas é a liderança.

O que é liderar?

É ser capaz de fazer um grupo heterogêneo de pessoas terem um objetivo comum, transformando-se num time, uma equipe, num corpo movendo-se numa única direção.

Como fazer isso sem destruir a individualidade de cada integrante da equipe?

Isso só é possível se você construir um sistema onde fique claro para cada integrante que, ao dedicar-se com todas as suas forças ao objetivo da equipe, ao cumprir a sua parte, cada indivíduo, por consequência, alcançará seus objetivos pessoais.

Quando sonhos pessoais são descartados em nome da coletividade, o nome disso não é liderança. É manipulação.

Num sistema próspero e promissor, o indivíduo é a peça mais importante. Tudo parte dele, de seus projetos e iniciativas. A construção da coletividade deve ser feita a partir dos anseios de cada indivíduo.

Quando a coletividade é colocada em primeiro lugar, em detrimento de sonhos individuais, a decadência deste grupo é apenas uma questão de tempo, já que, sem a iniciativa em busca de sonhos individuais, restarão apenas altruísmo de curto prazo e falta de incentivo nos momentos de dificuldades. Numa outra hipótese, se o grupo ainda subsistir, não passará de massa de manobra em favor de promessas e interesses de terceiros que estarão no topo da pirâmide se beneficiando do sacrifício das grandes massas.

Quer criar um projeto promissor?

Crie um sistema que beneficie os sonhos individuais de seus colaboradores. Com cada um lutando por seu sonho, você terá um grupo de pessoas ajudando a sua empresa crescer por consequência.

Assim, a coletividade será beneficiada pela individualidade.

Logo, a melhor maneira de você pensar nos resultados de sua empresa, por consequência, nos seus resultados, é pensando nos resultados de seus colaboradores.

Paradoxo? Não, lógica pura.

Por Flávio Augusto

Fonte: geracaodevalor.com

Recent Posts

Tem algo a adicionar?